• es
  • pt
  • ca
  • Menu

    Informação sobre a sustentabilidade em matéria de investimentos

    Por ser uma entidade seguradora que comercializa produtos de pensões como são os Planos de Poupança Reforma, a nossa Companhia está sujeita à aplicação do Regulamento (UE) 2019/2088, de 27 de novembro de 2019, relativo à divulgação de informações relacionadas com a sustentabilidade no setor dos serviços financeiros.

    Como empresa responsável, a nossa Sociedade monitoriza continuamente os fatores de sustentabilidade e os riscos que a podem afetar, tanto na sua esfera direta de atuação como em relação à sua atividade de investimento. Neste sentido, a carteira de investimentos da nossa Companhia está concentrada na dívida pública, que por definição é um investimento muito seguro, sustentável e socialmente responsável.

    Adicionalmente, a nossa Companhia mantém uma carteira de imóveis para a sua exploração na forma de arrendamento e, de forma minoritária, também realiza investimentos em renda fixa e renda variável de longo prazo em empresas com alta capacidade de cumprir os seus compromissos de pagamento e para manter o aumento do seu dividendo a longo prazo, realizando uma gestão passiva desses investimentos.

    Portanto, os riscos de sustentabilidade da nossa carteira de investimentos não são muito significativos, e a Companhia leva em consideração os riscos de sustentabilidade das empresas nas quais participa desde um ponto de vista qualitativo para avaliar a sua capacidade de continuar a gerar um fluxo de rentabilidade estável e crescente a longo prazo. Como resultado de uma adequada política de diversificação e do caráter prudente da nossa política de investimentos que prioriza o investimento em grandes empresas consolidadas, pode-se considerar que os investimentos realizados pela Companhia em títulos e ações não são muito relevantes em relação ao tamanho das empresas em que investe, pelo que o investimento da Companhia não tem impacto significativo nos riscos e fatores de sustentabilidade dessas empresas. Além disso, e em termos gerais, a nossa Sociedade não participa na gestão das empresas investidas e tão pouco desenvolve uma política ativista em relação às mesmas. Por estas razões, a nossa Sociedade não realiza um acompanhamento de perto dos possíveis impactos negativos que as suas decisões de investimento possam ter nos fatores de sustentabilidade dos seus investimentos, que, como já foi referido, estão fortemente concentrados na dívida pública do Reino de Espanha.

    A política de remunerações da nossa Sociedade corresponde com a minimização e integração dos riscos de sustentabilidade, graças ao peso reduzido e ao diferimento que têm as remunerações variáveis dos seus dirigentes, ao seu longo relacionamento com a Companhia e à concentração dos investimentos em dívida soberana, fatores que favorecem uma gestão prudente baseada na excelência reputacional e visão a longo prazo.